RELATÓRIO E CONTAS 2008


INTRODUÇÃO

O presente relatório e contas consubstanciará uma avaliação ao trabalho desenvolvido pela Associação das Colectividades do Concelho do Seixal (ACCS) no segundo ano de mandato dos actuais Órgãos Sociais e terá como pano de fundo as actividades e iniciativas apresentadas no Plano de Actividades e Orçamento para 2009, devidamente aprovado pela Assembleia Geral da ACCS.

ACTIVIDADES

Movimento Associativo

Da análise efectuada consideramos terem sido alcançados os objectivos propostos para esta matéria estando a ACCS sempre disponível para receber as colectividades ou para se deslocar às mesmas a fim de apoiar na resolução de questões várias. Destacam-se nesta área as reuniões sectoriais realizadas por freguesia, para debate de questões várias e como forma de aproximação às colectividades.

Também como importante referimos o esforço de acompanhamento das acções promovidas pela Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura Recreio e Desporto (CPCCRD) no sentido da defesa dos direitos do movimento associativo.

De realçar ainda a presença da ACCS na esmagadora maioria das sessões solenes e noutras iniciativas para a quais fomos convidados. No total estivemos presentes em 61 eventos realizados no concelho do Seixal (em média 5 por mês).

Resultado visível deste trabalho de proximidade com as colectividades é a angariação de novas associadas, sendo que durante o ano de 2009 foram admitidas 6 novas colectividades.


•    Iniciativas


Nesta área das sete iniciativas propostas, foram todas realizadas, pelo que de seguida faremos uma avaliação sintética de cada uma delas:

 

v Promover a realização de reuniões sectoriais com as colectividades de cada freguesia do Concelho.

 

De 17 de Fevereiro a 17 de Março, realizaram-se seis reuniões, uma por freguesia, participando um total de 30 colectividades, das 50 convidadas (60%). As referidas reuniões serviram para serem colocadas e esclarecidas questões várias que afectam o MAP, sendo que a ACCS tentou responder às dúvidas que foram surgindo e posteriormente enviou para as Juntas de Freguesia, para a Câmara Municipal do Seixal e para a CPCCRD uma sínteses dos temas abordados.

 

v Desenvolver todos os esforços para a realização do “6º Encontro de Colectividades do Concelho do Seixal”

 

A iniciativa em epígrafe realizou-se no dia 21 de Novembro, no auditório do Fórum Cultural e contou com a presença de 34 colectividades, das 59 convidadas (58%) e 70 participantes. Contemplou dois painéis distintos, um da parte da manhã intitulado Associação das Colectividades do Concelho do Seixal – Balanço e Linhas de Acção para o ano de 2010 e outro, da parte da tarde, subordinado ao tema Movimento Associativo, Passado, Presente… Que Futuro?

Do balanço efectuado estamos em crer ter-se tratado de uma iniciativa importante, que correspondeu às expectativas e reuniu as colectividades de cultura, recreio e desporto do concelho com muita dignidade. Acreditamos ter sido uma iniciativa bem organizada e com conteúdos ricos e importantes para melhor se conhecer a realidade associativa concelhia. Deste Encontro foi elaborado um documento síntese distribuído por todas as colectividades e entidades parceiras.

 

v Comemorar o Dia Nacional das Colectividades com a organização de uma iniciativa alusiva ao mesmo.

 

A comemoração deste importante dia foi associada ao Agita Seixal, sendo que para além da já tradicional manhã desportiva, se reservou um espaço para a leitura da saudação nacional e para hastear uma bandeira alusiva ao Dia Nacional, acompanhada pelas bandas filarmónicas da Sociedade Filarmónica Operária Amorense, em Amora, da Sociedade Filarmónica Democrática Timbre Seixalense e da Sociedade Filarmónica União Seixalense, no Seixal e pela Escola de Música do Centro de Solidariedade Social de Pinhal de Frades, em Arrentela. Com esta iniciativa conjunta juntaram-se cerca de 3.500 pessoas junta à zona ribeirinha do Concelho. Também na freguesia de Corroios foi lida a saudação evocativa do Dia Nacional, num torneio organizado pela Junta de Freguesia.

 

v Comemorar condignamente, com o movimento associativo concelhio, o aniversário da ACCS.

 

A comemoração foi realizada na sede da ACCS e contemplou uma sessão solene e respectivo moscatel de honra, com a presença da Federação Distrital, da CPCCRD, das Juntas de Freguesia do Concelho e do Presidente da Assembleia Municipal em representação do Município. A participação das associadas na sessão solene terá ficado aquém das expectativas.

 

v Ter representação e integrar, mais uma vez, as comemorações do 25 de Abril com um pano alusivo à data.

 

A ACCS esteve presente nas comemorações concelhias do 25 de Abril, bem como no desfile realizado na Avenida da Liberdade, em Lisboa.

 

v Promover e realizar o Agita Seixal, enquadrado no Agita Portugal, cujo projecto foi lançado em 2002 pela CPCCRD de acordo com o repto da Organização Mundial de Saúde que proclamou esse mesmo ano o Ano Internacional da Actividade Física, Saúde e Bem-Estar.

 

Realizou-se a 31 de Maio e contemplou um programa em tudo semelhante ao das edições anteriores. Este ano juntou-se ao Agita a comemoração do Dia Nacional das Colectividades, como já referido acima e foram contabilizados cerca de 3.500 participantes. Acreditamos que a iniciativa cumpriu os seus objectivos, mas estamos convictos que a sua estrutura merecerá reflexão futura. A intervenção da ACCS foi intensificada, não obstante continuar a tratar-se de um evento fortemente dependente dos serviços da Câmara Municipal do Seixal.

 

v Investir na área da comunicação e da imagem, com algum ênfase nas novas tecnologias.

 

Durante o ano de 2009, fez-se um esforço para melhorar os meios de comunicação da ACCS com o exterior e em concreto com as suas associadas. Assim iniciou-se a edição da Folha Informativa, que a partir de Julho passou a ser enviada para todas as colectividades associadas, por e-mail ou fax. Criou-se ainda a site da ACCS, apresentado no 6º Encontro de Colectividades e on-line, desde Dezembro.


•    Formação

Este objectivo, sendo desenvolvido em parceria foi alcançado, especialmente através de um trabalho conjunto com o Gabinete de Apoio ao Movimento Associativo (GAMA) da Câmara Municipal do Seixal, sendo que a função da ACCS foi a de diagnosticar as necessidades formativas dos dirigentes e outros activistas associativos e divulgar e acompanhar as acções de formação. Por seu lado ao GAMA coube a responsabilidade organizativa, técnica e de promoção.

•    Parcerias


Esta foi uma área de trabalho muito positiva e em que todos os seus objectivos foram atingidos. Participámos activamente em todas as iniciativas/acções/projectos em que somos parceiros. Assumimos um papel mais activo e qualificado especialmente na Seixalíada e no Agita Seixal, iniciativa da responsabilidade da ACCS. Mantivemos uma articulação permanente com a Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura Recreio e Desporto, participando na grande maioria das iniciativas da mesma e inclusivamente pertencendo ao grupo de trabalho encarregue da organização das comemorações dos 85 anos da CPCCRD e do Dia Nacional das Colectividades. 


APURAMENTO DE CONTAS


Apuradas as contas relativas ao ano económico de 2009, apresentam-se de seguida os resumos informativos referentes às várias unidades de custo, bem como um balancete resumo em anexo:

 

•    ACCS

O Apuramento das contas evidência movimentos activos no valor total de 9.922,35 euros dos quais 3.500 euros correspondem ao subsídio atribuído pela Câmara Municipal do Seixal para apoio às actividades regulares da ACCS. Recordamos que em 2008, este subsídio tinha sido no valor de 500 euros, aumento que consideramos uma prova de reconhecimento do bom trabalho realizado e das várias iniciativas propostas e executadas. O passivo apresenta um total de 3.066,10 euros, resultando um saldo final no valor de 3.856,25 euros.

 

Custos Totais por Acção: Unid.: euros
Descrição Custo
Comunicação CTT 207,38 €
Deslocações 103,41 €
Material de Escritório / Documentação 156,53 €
Despesas de Promoção e Divulgação 760,20 €
Despesas Diversas 1.838,58 €
Total despesas 3.066,10 €

 

•    XXV Seixalíada

Apuradas as contas referente ao evento apresenta-se de seguida um quadro resumo dos custos totais por função envolvidos no projecto que orçaram em 97.935,68 euros. Os valores activos de 103.603,41 euros correspondem ao saldo inicial e à receita proveniente de um subsídio atribuído pelo Município do Seixal no valor de 100.000 euros. O saldo final do evento na sua edição de 2009 é de 5.665,64 euros.

Custos Totais por Acção: Unid.: euros
Descrição
Custo
Promoção e Publicidade 41.144,05 €
Festa de Abertura 6.075,41 €
Festa de Encerramento 3.238,74 €
Despesas Gerais 6.104,85 €
Modalidades 41.372,63 €
Total dos custos da XXV edição da Seixalíada 97.935,68 €

 

 

•    Consolidação de Contas – ACCS e XXVI Seixalíada

 

Activo Total Consolidado – 110.525,76€

 

Passivo Total Consolidado – 101.003,87€

 

Saldo Final Consolidado – 9.521,89€

 

 

CONSIDERAÇÕES FINAIS

 

Genericamente pode-se afirmar que se cumpriu o Plano de Actividades para 2009, sendo certo que se pode sempre fazer mais e melhor, pelo que está a Direcção empenhada em melhorar a sua actuação associativa durante o ano de 2010, último ano de mandato dos actuais órgãos sociais. Do ponto de vista financeiro, assistimos a uma gestão rigorosa dos recursos da ACCS, gestão essa facilitada pelo facto da Associação não suportar qualquer despesa fixa com a sua sede, instalação cedida pela CMS e igualmente por um bom acompanhamento da gestão financeira da Seixalíada e das próprias actividades da Associação. No que respeita à gestão financeira uma palavra final para o apoio competente e disponível do contabilista da ACCS que, em colaboração com a Direcção e especialmente com o Tesoureiro da Associação, enquadra toda a contabilidade da ACCS.

 

 

A Direcção

22 de Fevereiro de 2010